Energia limpa e eficiente para Indústrias

Menos custos de manutenção de máquinas, transporte e armazenamento de combustível inflamável. Mais eficiência dos equipamentos e segurança.
Saiba mais

Segurança e praticidade para o seu condomínio

O Gás Natural canalizado não é tóxico e não exige estocagem; com ele, também não existe preocupação com troca de botijão.
Saiba mais

GNV: Economize com combustível

O GNV rende mais e custa cerca de 50% menos que outros combustíveis, além de emitir menos poluentes e ser fácil de instalar.
Saiba mais

Versatilidade e vantagens para o Comércio

O Gás Natural oferece muitas opções de utilização, da climatização ao forno do seu estabelecimento comercial.

Saiba mais

01 - Notícias

  • 21
  • AGO
  • 2019

Potigás reúne representantes de instituições para discutir Plano de Negócios

Com o objetivo de discutir propostas para integrar o Plano de Negócios 2020-2024 da Companhia Potiguar de Gás, a Diretoria Executiva da empresa reuniu, na tarde de terça-feira, 20, representantes de várias entidades e instituições do Rio Grande do Norte para apresentarem suas contribuições para o documento que irá nortear os investimentos e ações da Potigás nos próximos quatro anos.

A reunião foi aberta pela Diretora Presidente da Potigás, Larissa Dantas Gentile. A Diretora Administrativa e Financeira, Eliana Bandeira, também deu as boas-vindas aos representantes e destacou a importância das contribuições das instituições. Logo após, o Diretor Técnico e Comercial, Sérgio Henrique, apresentou a empresa, as características do gás natural e falou sobre a construção de gasodutos.

Na ocasião, os representantes das entidades e instituições puderam falar sobre os projetos que podem auxiliar a elaboração do Plano de Negócios da Potigás, como a revisão do Plano Diretor de Natal, apresentado pela Fecomércio/RN, através do engenheiro Aníbal Barbalho.

Para a Diretora Presidente da Potigás, a reunião foi de grande importância para que a Companhia elabore um documento de acordo com as necessidades do estado. “Nosso papel é prover a infraestrutura para que o Rio Grande do Norte possa ter um desenvolvimento econômico sustentável”, afirmou.

Participaram da reunião representantes da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Secretaria Estadual de Planejamento (Seplan), Coordenação da Região Metropolitana de Natal (CRMN), Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (Fiern), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio Grande do Norte (Fecomércio/RN), Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), Sindicato da Indústria da Construção Civil do RN (Sinduscon/RN), Agência Reguladora dos Serviços Públicos do Rio Grande do Norte (Arsep), Organização dos Advogados do Brasil – Seccional RN (OAB RN), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Rio Grande do Norte (Sindipostos/RN), além das Prefeituras de Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Macaíba, Goianinha, Tibau do Sul, Ceará Mirim e Monte Alegre.

voltar
0 Pessoa(s) Comentaram:

Os campos abaixo apresentam erro:

    Cadastrado com sucesso